quinta-feira , 21 setembro 2017

Home » Notícias » Subsidiar juros para as filantrópicas é necessário

Subsidiar juros para as filantrópicas é necessário

16 agosto, 2017 - 8:06 A+ / A-

O deputado Dagoberto Nogueira (PDT) saudou a aprovação nesta terça-feira (15) do Programa de Financiamento Preferencial às Instituições Filantrópicas e Sem Fins Lucrativos, o Pró-Santas Casas. Após a sanção presidencial do Programa, as entidades filantrópicas poderão financiar a reestruturação dos seus prédios e o capital de giro com juros subsidiados pelo governo Federal. Em Campo grande, esta medida vai beneficiar a Santa Casa, o hospital São Julião e a maternidade Cândido Mariano. Outras entidades do interior do Estado também poderão acessar as linhas de financiamento.

Para o deputado Dagoberto, a medida não saneia o problema das entidades, mas será de grande importância para a manutenção dos serviços prestados. “Este programa vai amenizar muito os problemas dessas instituições. Esses juros subsidiados vão facilitar o cotidiano das entidades. Votamos neste projeto com a convicção da importância dos trabalhos prestados por esses serviços de saúde”, afirmou Dagoberto.

Os financiamentos para a reestruturação patrimonial das filantrópicas terão taxa de juros de 0,5% ao ano, 15 anos para amortização e prazo mínimo de carência de dois anos. Para capital de giro será aplicada a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), a carência mínima será de seis meses e amortização deve ser feita em cinco anos. O Pró-Santas Casas tem um limite de R$ 2 bilhões por ano para serem usados na diferença das taxas de juros tradicionais e as subvencionadas.

Subsidiar juros para as filantrópicas é necessário Reviewed by on . O deputado Dagoberto Nogueira (PDT) saudou a aprovação nesta terça-feira (15) do Programa de Financiamento Preferencial às Instituições Filantrópicas e Sem Fins O deputado Dagoberto Nogueira (PDT) saudou a aprovação nesta terça-feira (15) do Programa de Financiamento Preferencial às Instituições Filantrópicas e Sem Fins Rating: 0
Voltar ao Topo